Já estou gravando. Adquira! Locuções, produções de spots, espera telefônica, vinhetas e muito mais

Reading Time: 1 minute

Agora tudo está bem mais prático.
A partir de hoje você conta com uma página com todas as informações para contratar um off, produção ou pacote de locução com a minha voz.
Digitou o texto, solicitou orçamento, negociou, gravei, te enviei.
Tudo acontece em menos de 4:00!
Prático, e com o melhor preço do Brasil!
Total eficiência pra você sorrir o dia inteiro, vendendo muito!
Referencie a página de locuções
aqui

Continue lendo “Já estou gravando. Adquira! Locuções, produções de spots, espera telefônica, vinhetas e muito mais”

Já me considero um chato profissional. Só preciso da carterinha

Reading Time: 2 minutes

Certas coisas são legais. Outras, apesar de serem legais, são chatas.
E se vale para pessoas, me incluo nessa estatística aí.
Eu mesmo.
Sou legal!
Os bichinhos de estimação que ainda não descobriram isso. Continue lendo “Já me considero um chato profissional. Só preciso da carterinha”

Afinal de contas, o que é engraçado?

Reading Time: 4 minutes

Mau Gosto

Com a atual declaração de Renato Aragão a respeito do meme (no céu tem pão)
que se formou a partir da história que conta anualmente no programa Criança Esperança,
somos levados a refletir sobre o que andamos achando graça por aí. Continue lendo “Afinal de contas, o que é engraçado?”

Viagem por: O Amor nos Tempos do Tinder: de Leandro Marques

Reading Time: 3 minutes

Onde encontrar amizades?
Parece que hoje em dia tudo é tão rápido, né?
Mas se rolar uma amizade e só no Tinder. É possível? Continue lendo “Viagem por: O Amor nos Tempos do Tinder: de Leandro Marques”

Queremos evitar que pessoas passem pelos mesmos problemas, mas esquecemos que a vida é feita de experiências e aprendizados

Reading Time: 2 minutes

Já se pegou refletindo de que se a outra pessoa, ou até mesmo você, tivesse prestado mais atenção naquele conselho, naquela aula, ou tivesse algum acompanhamento sobre, talvez certo sofrimento estivesse sendo evitado? Continue lendo “Queremos evitar que pessoas passem pelos mesmos problemas, mas esquecemos que a vida é feita de experiências e aprendizados”

Qual o prêmio?

Reading Time: 1 minute

Estranhamente, ele veio.
Apareceu, fez-se conhecido, considerado, respeitado.
Acreditava ter construído uma base sólida, até mesmo financeira.
Nome… o que seria o nome em uma cidade, em um estado, em um país?
Fama, nome…
Respeito, ideal.

Aos olhos de uns, lendário. Monstro, o herói.
De outros, o garoto pobre.
Indigno, bandido, a margem da sociedade.
Um homem… de família, porque não?

Depois dele, muitos vieram.
Muitos… revoltados com o sistema.
Olhar longe… independente da direção, a revolta.

O papo. Será que fica?
Ter moral de cria aqui na Terra para construir uma imagem, garantirá que não falem tanto quando assim se for?
Já não creio…

Um sistema organizado em meio a um mercado ilícito, por mais que se mantenha durante um determinado tempo, garantirá a paz futura?

Do paraíso que enxergávamos, ao futuro em guerra que prevíamos.
A revolta não se faz mais válida, a paz não mais existe.
Revoltosos se autodestroem, um a um.

E a questão que fica:
Será que morrer como homem realmente é o prêmio da guerra?

Morrer, antecipar.
Escolhas, por mais que seja uma escolha confortável, arregada, com seus preços.
Será?

Em uma tarde nublada, aquele garoto sentado no escadão, com um celular na mão.
Dali de cima, enxergava longe.
Seus ídolos que pareciam eternos, talvez até sejam.
Porém, não se fazem mais visíveis, muito menos audíveis.
O tempo passou rápido…
O menino cresceu.
Os acontecimentos tomaram outros runmos.
Tudo parecia tão eterno!
Tão seguro. Tão rico…
E o menino.
Que ideias tem pra hoje?
O que aqueles ídolos trouxeram…
Por mais que tenham ido embora assim, tão rápido…
O que sua ida representou?
Como será para os próximos garotos que virão?

Sinto que expresso melhor meus sentimentos escrevendo: Isso é normal?

Reading Time: 2 minutes

Já sentiu um verdadeiro bloqueio dentro de uma roda de conversa por não conseguir fazer um gancho entre determinado assunto, ou simplesmente não ter ideias para iniciar ou dar continuidade a um próximo?
Porém escrevendo, você sentiu que a possível ideia que passou em relance por sua mente em um momento anterior, agora se reproduz muito bem. Continue lendo “Sinto que expresso melhor meus sentimentos escrevendo: Isso é normal?”

Viagem por: Deveria Ser Eu e Você. De Paula Ottoni

Reading Time: 4 minutes

Que correria louca, hein?
Muitos fugimos do ego, enquanto o individualismo grita.
Laura era uma dessas jovens universitárias comuns, sabe?
Cursava arquitetura, pintava quadros.
E que mal havia ficar durante as férias de verão pintando,
lendo livros clássicos e fazendo mais qualquer outra coisa em casa? Continue lendo “Viagem por: Deveria Ser Eu e Você. De Paula Ottoni”