Na Calçada

– Aqui com você, em meio a todo esse fluxo de pessoas que passam apressadas, sem sequer notarem uns aos outros, paramos, e percebemos que ainda nos notamos.

Na Calçada
por Wenderson Cruz
em 28/06/18

Era uma tarde de pouco sol no céu.
Um tanto escura, por algumas teimosas nuvens insistirem em se fazer presentes.
Aquele, tinha tudo para ser um merecido dia de folga. Porém, como de costume, precisaram sair.
Não para passear. Mas sim, para resolver alguns problemas em comum.

Toda via, porque não aproveitarem o pouco tempo que tinham, para se distrair e refletir juntos?
Aquele dia, tão parecido com outro  anterior, vivido a tantos anos atrás, os faziam reviver memórias como se estivessem acontecendo agora, naquele exato momento.

– Gosto de estar nessa calçada com você.
Respirar e sentir o mesmo ar um tanto puro, ignorando as possíveis interferências advindas do ar poluído dos motores e indústrias.

É perfeito…
Olhar para o céu e notar:
que o universo segue seu curso, que o dia continua a clarear.
Que o sol, mesmo que escondido entre nuvens, ainda faz por nos transmitir a sua luz.
Incrível, te observar com mais cuidado e atenção, despertando a minha mais profunda admiração.

Notar que, és linda.
Assim, refletida em meio a claridade desse sol tímido, porém belo.
Igualmente a você.

Concluo que, o ofusca…
E como não o ofuscaria, não é?
A mesma, ainda me olhando de maneira tão atenta.
Eu, Um poeta antes perdido, que hoje foi encontrado por você.

Com tais imagens em minha mente, e hoje, tendo a maravilhosa oportunidade de revivê-las, concluo que, sou um homem de sorte…

Somos um casal de sorte por termos nos encontrado.
Se Deus e a vida nos permitiram, que possamos nos doar a viver e repassar o melhor para esse universo, a cada dia.
Que possamos viver o primeiro, todos os dias.
Independente de estarmos aqui, ou em outro lugar.

Hoje, mais observador, revivendo detalhes que ficaram em minha mente, e tanto me fazem feliz.
O medo de ser egoísta os ignorando, e hoje, com um só desejo:
Ser mais atento.
Absorver de maneira profunda os detalhes, e repassar ao máximo a beleza desses para o mundo.
Porém, entendendo o motivo pelo qual cada folha cai, sem que, ao menos, possamos perceber.
Tudo tem um propósito…
Tudo pode ser um motivo positivo, se a gente assim quiser.

Que saibamos os reconhecer, e assim utilizá-los de maneira positiva ao longo de nossos dias.

– Aqui com você, em meio a todo esse fluxo de pessoas que passam apressadas, sem sequer notarem uns aos outros, paramos, e percebemos que ainda nos notamos.
E porque não, continuamos a nos notar?
Afinal, nunca perdemos esse brilho, não é?

Em meio a rotina, a todo esse ar de cidade grande, ao estresse, a tudo…

Detalhes, por vezes imperceptíveis, mas que pelo fato de nos envolverem, se tornam tão belos.
Detalhes e lembranças que se fazem presentes em minha vida, a cada dia.
Alegria, felicidade, amor, paz… o que construímos e sentimos, ainda não tem nome.

Igualmente a nós, que as pessoas possam notar mais e mais, a cada dia, os meros detalhes da vida.
Que em meio a correria desse mundo louco, ainda é possível ser feliz com o simples.
Que seja aqui, em meio a essa avenida movimentada.;
Em uma fila, sala de espera, não importa.
Que seja com quem amamos, ou até com nós mesmos. Felizes.
Que possamos viver a felicidade que Deus e a vida nos permitem.
Pois a mesma acaba por passar de maneira acelerada.

Autor: da redação

Cronista, locutor, universitário, apreciador assumido de R&B, POP e MPB. Respira o romance 24:00. Por isso, embarca em dois romances incompletos, os quais um dia sonha em terminar. Atualmente sustenta uma coluna pública no site Recanto das Letras, e escreve com mais liberdade em seu próprio blog. Já tentou ser músico, se aventurou em meio ao teatro, e ainda arrisca algo no meio humorístico. Adepto a produção publicitária, se descobriu locutor na maior idade, e faz disso um complemento a todo o seu trabalho. Apaixonado pela literatura antiga, mas não abre mão de obras atuais para passar o tempo, por mais que esteja constantemente garimpando por obras inspiradoras, e as encontrando. Admira escritores que se destacam em descrever com perfeição os sentimentos, e faz disso sua inspiração. Gosta de viajar, conhecer novas pessoas, se aventurar em meio a novos assuntos, se inspirar e escrever sobre tudo aquilo que tem oportunidade. Ama a vida, admira sorrisos sinceros, se dedica em ajudar em tudo que esteja ao seu alcance, e luta diariamente por um mundo melhor. Vive com todos e por todos, em uma união de equilíbrio, paz e luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *