Pessoas que passam por nossas vidas e acontecimentos que na maioria das vezes, não entendemos.

Por muito tempo estive tentando entender o real significado de todas essas pessoas que passam por nós.
E quando digo pessoas, abordo ambas como um todo.
Desde nossos mais próximos, aos mais distantes e prévios.
Porém, uma coisa é certa: Qualquer que seja a pessoa, sempre terá um significado em nossas vidas. Se passou por você, serviu para te agregar experiência! E assim por vice versa.

Pessoas que passam por nossas vidas e acontecimentos que na maioria das vezes, não entendemos.
Por Wenderson Cruz
Em 23/02/17

Aí vemos que a frase: “Eu não sirvo pra nada” “…”, não faz sentido algum.
Mas observemos bem o nosso reflexo transmitido! São os olhos de quem vê?
O quanto você zela por tal imagem enviada?
Mas, voltando a tais pessoas:
E o que são estas, como um todo?
Hoje, consigo acreditar que são nada mais nada menos do que Presentes.
Os mais belos presentes enviados por Deus para que pudéssemos evoluir em nossa jornada aqui na Terra.
Sabe essas instituições que disponibilizam materiais gratuitamente para que seus alunos possam aprender sem mais custos?
Então. É exatamente nessa instituição que estamos. Onde o diretor é Deus.
Nem preciso citar nosso mais do que mestre, Jesus.
“crentes ou descrentes, pelo menos mantenham seus posicionamentos em tal caminho percorrido e nos benefícios que se pode receber em tal percurso. Claro que, tudo tem seu preço e metas a cumprir, né”?
Primeira e mais importante:
Agradecer, sempre.
Que possamos ter o discernimento necessário para aproveitar apropriadamente e transmitir tais conteúdos durante o tempo que nos é dado.
Afinal, você não mantêm em sua posse permanente livros que pega emprestado na biblioteca, né?
Então. Igualmente são tais pessoas!
Chegam, permanecem por determinado tempo e quando menos esperamos, vão embora.
Cumpriram sua missão…
Ou pelo menos, estiveram durante o período que deveriam estar.
Agora, cabe a você.
Estruturar o caminho para seus próximos passos com tal bagagem obtida.
E digo isso, para qualquer bem material ou pessoa.
Se é verídico que não temos nada, saibamos também que ninguém é de ninguém. E tudo algum dia passa.
Que possamos aproveitar ao máximo esse tempo que é nos dado, para tanto absorver, como difundir conhecimentos.
Pela organização de ideias e efeito provocado pelas palavras, o leitor pode subentender que então haveria um certo interesse ou egoísmo em tal relacionar. Porém, saibam que não. Toda forma de relacionamento, onde recebemos e transmitimos conhecimentos deve ser totalmente honesta.
Afinal, queremos tais atitudes para com nós mesmos, não é?
Por que sentimos tanto quando alguém próximo se vai?
E por vezes, até por distanciamentos alheios. Que de alguma forma faz por aguçar nosso pensamento a refletir: E se fosse comigo? Estaria sofrendo mais do que agora!
Essa tal da saudade que independente da teoria em que se baseie para se manter, continua martelando com intensidade variada dentro do peito.
Ao acompanhar mais um período de viagens indeterminadas e tantos sofrimentos alheios, senti-me na necessidade de mais do que refletir para benefício próprio, deixar o meu legado positivo em meio a essa imensidão de tanta dor.
Afirmações certas:
Nada será capaz de preencher o vazio.
Certas palavras ou frases consideradas clichês ou não, por vezes acabam por nem serem ouvidas.
Mas fazemos, tentamos.
Seja por ato mecânico, preocupação ou até por não enxergar qualquer outra opção.
Por mais que se tenha uma base, creio que ninguém esteja totalmente preparado para a ausência definitiva de alguém querido.
Porém, que possamos sempre buscar dia após dia um modo de incentivar nossa mente a entender:
Todos possuem um caminho a seguir e missões a cumprir.
Igualmente a você e tais pessoas que passam por ti, todos tem um significado na vida de alguém!
Dentre experiências boas e ruins, ambas construíram o que somos hoje.
Tempo…
Que sempre acaba por passar rápido de mais.
Permita-se a ter a sensação de ter aproveitado cada momento que te foi possível aproveitar. Feito por si ou por teu próximo, o máximo que esteve a teu alcance.
Em meio a períodos tempestuosos de saudade, que possamos poder meditar por meio de tais feitos, e erguer nossas faces em direção ao sol da esperança, agradecidos.
E seguir adiante, realizando objetivos que nos forem dados.

Autor: da redação

Cronista, locutor, universitário, apreciador assumido de R&B, POP e MPB. Respira o romance 24:00. Por isso, embarca em dois romances incompletos, os quais um dia sonha em terminar. Atualmente sustenta uma coluna pública no site Recanto das Letras, e escreve com mais liberdade em seu próprio blog. Já tentou ser músico, se aventurou em meio ao teatro, e ainda arrisca algo no meio humorístico. Adepto a produção publicitária, se descobriu locutor na maior idade, e faz disso um complemento a todo o seu trabalho. Apaixonado pela literatura antiga, mas não abre mão de obras atuais para passar o tempo, por mais que esteja constantemente garimpando por obras inspiradoras, e as encontrando. Admira escritores que se destacam em descrever com perfeição os sentimentos, e faz disso sua inspiração. Gosta de viajar, conhecer novas pessoas, se aventurar em meio a novos assuntos, se inspirar e escrever sobre tudo aquilo que tem oportunidade. Ama a vida, admira sorrisos sinceros, se dedica em ajudar em tudo que esteja ao seu alcance, e luta diariamente por um mundo melhor. Vive com todos e por todos, em uma união de equilíbrio, paz e luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *