Resenha. Memórias do Futuro – por Mila Wander

Autora: Mila Wander
Editora: independente
Skoob
Compre na Amazon
Sinopse:
Luíse está passando por um inferno astral. Depois de largar a faculdade de Direito para seguir o sonho de ser desenhista, resolve morar sozinha utilizando suas pequenas economias. No entanto, a reprovação no vestibular da

Universidade de Artes foi um grande tombo. Com o dinheiro acabando e o sonho profissional reduzido a pó, Luíse precisa trabalhar no único lugar onde foi aceita: a loja de conveniências de um posto de gasolina. O encontro descomunal com Thiego Portela, um frentista bonitão e grosseiro, tira a garota do sério. O homem parece saber mais sobre sua vida do que ela mesma, como uma espécie de vidente mal humorado, além de parecer ter alguma coisa a ver com as intempéries que não param de lhe acontecer.
Quais segredos estarão escondidos por trás dos misteriosos olhos daquele homem? Por que ele sempre aparece para salvá-la no momento certo, mesmo que aparentemente não goste de sua companhia?

Sendo sincero: Luíse tinha tudo para ter uma vida confortável, se levássemos em conta as condições financeiras de sua família.
Composta em sua maior parte por advogados, a família de Luíse era o dito sonho de uma garota mimada.
O que mais ela poderia querer, se não fosse terminar sua faculdade de direito, e não se preocupar com o futuro em meio a tal conforto, até em uma bela mansão?

Porém, Luíse quis mais.
Sonhou mais alto e bateu de frente com seus pais. Abandonando de vez a faculdade de direito e se dedicando a seu maior sonho, que seria o desenho:
Tentou a faculdade de Artes Plásticas com suas poucas economias, não contando com uma possível reprovação.

Brigada com os pais, tendo de morar longe de casa, mais por orgulho, restava a Luíse, um pequeno apartamento e um emprego em uma loja de conveniência de um posto de gasolina.

Tudo correria muito bem, se não fosse Thiego em seu caminho.

Ele, que desde o primeiro momento em que se conheceram, aparentava ser totalmente detestável.

Porém, o que Luíse não imaginava, era que mais do que um colega de trabalho que ela não foi tanto com a cara, Thiego se tornaria seu mais que herói.

Aparecendo em sua vida nos momentos mais inusitados e a salvando em diversas situações, o cara ainda tinha uma ideia de vidência, previsão do futuro.

“– Sobe aí, Luíse — ouvi uma voz masculina bem perto e levei um susto tão grande que dei um grito.
Olhei para o lado, em choque, e Thiego estava com a viseira do capacete aberta, parado com sua moto rente
ao meio-fio.
— Saia daqui, seu animal! — berrei, descontrolada, sem entender de onde o sujeito aparecera. O que
ele ainda estava fazendo por ali? — Você é doido, cara, vai se tratar!
— Não vai adiantar de nada, Luíse, eu tentei, está bem? Você viu! — ele retirou o capacete e me
encarou com firmeza. Estava tão sério que eu não soube o que pensar a respeito de sua expressão. — Mas
preciso te levar em casa hoje. Nada vai mudar o futuro, não sou eu que escolho!
— Que conversa de maluco é essa, Thiego? — minha voz saiu esganiçada, totalmente distorcida pelo
desespero. — Eu vou a pé, já escolhi!
Andei apressadamente, afastando-me daquele cara sem-noção, mas ele passou a me seguir de moto.
— Eu tenho medo do que pode acontecer se você for a pé, Luíse, não mude o destino agora!
— Você é pirado! — parei de andar e gritei na direção dele. Sacudi a minha bolsa para frente como
se espantasse um cachorro sarnento. — Não me siga, Thiego, estou te avisando! Vou chamar a polícia!
— Que polícia? Estamos no meio do nada, não percebeu”?

Esse seria somente o início dos encontros esquisitos entre Luíse e Thiego.

A salvando no momento em que Luíse descobre que perdeu o último ônibus que a levaria para casa, a livrando de assaltos, e se comportando de forma estranha em momentos em que estivessem sozinhos como se fosse beijá-la, mas recuando no final.
Em fim, quem seria esse maluco que nunca se decidia?

Dizem que quando o destino já está definido, não é muito bom que tentemos modificá-lo de todas as formas.

De alguma maneira, esses dois não fugiram do destino.
Tinham todas as chances para estarem desistindo, mas fizeram o contrário.

O que eu achei:

A segunda obra de Mila Wander que leio. E, concluo que até agora, é justificável que as personagens tenham o humor um tanto ácido, por conta de possíveis traumas que carregam.

Nessa obra, a autora simplesmente nos deu vários choques, sem dó.

Nos levando da felicidade a tristeza em poucos segundos, tal trama tornou meus sentimentos bipolares até o fim da mesma.

Cheguei a conclusão de que:
Memórias do Futuro é realmente para os fortes.

Se você está acostumado com aquela pegada de romances que engrenam e agora sim, vai dar tudo certo e acaba, esse não é pra você!

Mas se você curte viver fortes emoções do início ao fim, não conseguindo ter sono até o findar da leitura, garanto que esse título será seu grude literário.

Realista, sempre correndo de romances clichês, a autora realmente me surpreendeu.

Me sinto vitorioso e feliz por não ter abandonado a obra.
Afinal, a vida é mesmo feita de momentos felizes, tristes, indecisões e superações.
Gosta de tudo isso em um só livro?
Então Memórias do Futuro é para você!

De tal forma, minha rotina literária precisava mesmo de uma boa dose de emoção, adrenalina.

Venha ser um vitorioso(a).

Autor: da redação

Cronista, locutor, universitário, apreciador assumido de R&B, POP e MPB. Respira o romance 24:00. Por isso, embarca em dois romances incompletos, os quais um dia sonha em terminar. Atualmente sustenta uma coluna pública no site Recanto das Letras, e escreve com mais liberdade em seu próprio blog. Já tentou ser músico, se aventurou em meio ao teatro, e ainda arrisca algo no meio humorístico. Adepto a produção publicitária, se descobriu locutor na maior idade, e faz disso um complemento a todo o seu trabalho. Apaixonado pela literatura antiga, mas não abre mão de obras atuais para passar o tempo, por mais que esteja constantemente garimpando por obras inspiradoras, e as encontrando. Admira escritores que se destacam em descrever com perfeição os sentimentos, e faz disso sua inspiração. Gosta de viajar, conhecer novas pessoas, se aventurar em meio a novos assuntos, se inspirar e escrever sobre tudo aquilo que tem oportunidade. Ama a vida, admira sorrisos sinceros, se dedica em ajudar em tudo que esteja ao seu alcance, e luta diariamente por um mundo melhor. Vive com todos e por todos, em uma união de equilíbrio, paz e luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *