Resenha. Olhos de Mariana – por Fred Elboni

Autor: Fred Elboni
Skoob
Compre na Amazon
Sinopse
Em um fim de tarde, depois de uma chuva, Mariana entra esbaforida em um pub meio esquisito para encontrar suas amigas. De repente, avista ao longe um cara sozinho lendo o mesmo livro que ela estava lendo. A atração é

instantânea. Só podia ser um sinal divino!
Seria esse o homem certo para assistir séries ruins debaixo de um cobertor comendo brigadeiro de panela? Com medo de nunca mais vê-lo, se aproxima e fala com ele. De repente, nunca mais as coisas são como eram antes. A artista plástica de 26 anos de personalidade rara, mistura de sensibilidade e razão, que sonha em conhecer a Índia e usa óculos desde que se conhece por gente, vai precisar travar uma luta. Como vencer o dilema entre trabalhar com o que se ama e atender às expectativas da família, quando tudo se mostra incompatível? Parece que vencer barreiras é tudo o que resta à Mariana, que vai precisar entender que para se abrir ao amor e à realização não é necessário abrir mão de quem a gente realmente é.

Mariana é a típica brasileira adentrando a fase da juventude, tentando fazer a escolha certa em meio a tantas alternativas e indicações do que é certo ou errado, o que dá lucro ou não dá.
Amante da Arte desde pequena,
em meio as contraindicações dos pais,
Mariana decide que de qualquer maneira prestará o vestibular para Artes Plásticas.
Vai pelo que a faz vibrar, sorrir, sonhar, querer ir além.
Sonhadora, determinada, Mariana não segue padrões.
Tenta e vai além questionando a afirmativa de que precisa ser assim, porque afinal, sempre foi.
Dentre conflitos em casa por conta de suas escolhas,
os questionamentos externos e internos que vez ou outra ela sempre acaba por se fazer ao longo da obra,
falta de dinheiro, a idade que insiste em avançar, a insegurança e o medo de não perder sua identidade própria,
Mariana acaba por iniciar uma descoberta de novos horizontes.
Em uma certa noite, enquanto se divertia em um bar, Mariana avistou um rapaz que lia o mesmo livro que ela, o que fez com que seu foco se voltasse totalmente ao rapaz.
Daí em diante, as direções na vida de Mariana começam a ganhar mais clareza.
Até então, ela somente tinha o desejo de ser reconhecida por seu trabalho, desenvolvendo em meio a Arte.
Porém, até determinado momento, não sabia como. Simplesmente produzia, esperando o sucesso.
Mas… Será que somente isso basta?
Fases e fases, conflitos, indecisões e de fato, decisões importantes, reviravoltas e superações durante todo o livro.

meu olhar

Com uma pegada leve e diálogo simples, Fred Elboni alcança o jovem em todas as suas totalidades,
fazendo-o exclamar diversas vezes durante a leitura:
Caramba, é isso!
É assim mesmo!
Pois foram exatamente essas as minhas reações durante o desenrolar da leitura.
Tal objetividade em abordagem ampla, por mais que se tenha em realidade, vocabulário e assuntos ditos atuais, faz que o enredo lembre muito um romance antigo.
Direto, cativante.
Se você ainda não viveu tal experiência com um romance antigo, precisa urgentemente ler um conto clássico, romance não tão longo também clássico, que seja.
Inovador para mente.
Em meio a adolescência e início da juventude, quem nunca se viu perdido dentre tantas alternativas, pressões de fazer a escolha certa, indicações do que realmente dá certo, e o que não dá.
Com tudo isso, esquecemos do básico.
Seguir nossos sonhos, por mais que a caminhada seja longa e um tanto difícil.
Preciso fazer o que gosto.
mas o que tenho que fazer antes para que meu planejamento dê certo, sem que me perca ou me veja preso devido a minhas escolhas?
Quase nada é fácil. Ao longo da vida, e da obra, percebemos que algumas etapas são necessárias para que um sonho seja realizado em sua plenitude.
O importante é ter a mente aberta, realmente amar o que se propõe, e principalmente, acreditar.
Vivências, muita conversa, diálogo interno e pesquisas.
Ao longo do livro, Opiniões contrárias, obstáculos da vida que colocarão a determinação da personagem a prova.
De certa forma, foram minhas percepções, caro leitor!

Quem pode te dizer que seu sonho não é válido para você?
Porém, não esqueça: você precisa de uma base. Tá?

Olhos de Mariana, foi o primeiro trabalho do autor que li.
Sendo jovem, independente de seus objetivos em meio a literatura, por se tratar de seu primeiro romance, como afirma em seu perfil no Instagram, caso decida manter tal objetividade em suas próximas obras de mesmo gênero, acredito que terá grande sucesso com tal estilo.
E porque você diz isso, Wenderson?
Pela objetividade, a conexão perfeita para se direcionar ao jovem de maneira ampla, compreensível e esclarecedora.
De alguma forma, sinto que é diferente…
Gostos são gostos.
Para mim, contribuiu, e muito!
Mas, sinceramente, por mais que se trate de lazer, prefiro uma leitura que acrescente alguma coisa em minha vida.
E por mais que você, leitor, não seja totalmente crítico quanto a isso, sabe que é imensamente gratificante se dar conta disso ao fim da leitura!
Quanto as minhas preferências, por mais que a sinopse me encante, não sou adepto a livros de menos de 200 páginas.
Coisa minha!
Quando me deparo com o valor menor, fico sempre com um pé atrás, sabe?
Será que o desenrolar da história será legal?
Coisas de leitor!
Dentre minhas preferências declaradas para você que já acompanha o blog há algum tempo, você que ainda não acompanha, também, mas pode verificar, me pergunta:
Vale a pena?
Vale!
Afinal, esse é o objetivo da categoria.
Marcou, resenhamos!

Autor: da redação

Cronista, locutor, universitário, apreciador assumido de R&B, POP e MPB. Respira o romance 24:00. Por isso, embarca em dois romances incompletos, os quais um dia sonha em terminar. Atualmente sustenta uma coluna pública no site Recanto das Letras, e escreve com mais liberdade em seu próprio blog. Já tentou ser músico, se aventurou em meio ao teatro, e ainda arrisca algo no meio humorístico. Adepto a produção publicitária, se descobriu locutor na maior idade, e faz disso um complemento a todo o seu trabalho. Apaixonado pela literatura antiga, mas não abre mão de obras atuais para passar o tempo, por mais que esteja constantemente garimpando por obras inspiradoras, e as encontrando. Admira escritores que se destacam em descrever com perfeição os sentimentos, e faz disso sua inspiração. Gosta de viajar, conhecer novas pessoas, se aventurar em meio a novos assuntos, se inspirar e escrever sobre tudo aquilo que tem oportunidade. Ama a vida, admira sorrisos sinceros, se dedica em ajudar em tudo que esteja ao seu alcance, e luta diariamente por um mundo melhor. Vive com todos e por todos, em uma união de equilíbrio, paz e luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *